Tomografia x Ressonância

15 de agosto de 2019

Entenda as diferenças e as aplicações da tomografia computadorizada e da ressonância magnética.

Tanto a tomografia computadorizada quanto a ressonância magnética cumprem uma função importante de oferecer imagens em alta resolução da parte interna do nosso corpo, auxiliando o diagnóstico médico. No entanto, esses exames têm diferenças entre si, seja na forma como as imagens são construídas, seja em suas aplicações.

 

No caso da tomografia computadorizada, o exame utiliza raios-x em determinada área do corpo. Quando os feixes atravessam as estruturas do corpo, as imagens são recebidas e constituídas em um computador. Com isso, é possível enxergar em cores diferentes a estrutura do nosso corpo: ossos aparecem em branco, líquidos e gases ficam pretos e tecidos aparecem em cinza – mais escuro ou mais claro, a depender de sua densidade.

 

Já a ressonância magnética não utiliza raio-x, mas sim um campo magnético que envia ondas de rádio, o que permite analisar as células por meio do computador e construir uma “fotografia” em 3 dimensões do corpo.

 

Em relação às aplicações, as tomografias computadorizadas, destacamos a análise dos pulmões e dos ossos, além do estudo de estruturas abdominais e avaliação inicial do sistema nervoso central. Na ressonância magnética, por sua vez, destacamos a análise do cérebro, medula espinhal, tendões e músculos, além do estudo de lesões no fígado.

E qual é a melhor opção para o seu caso? Isso, apenas o seu médico pode definir – ressaltando que, em alguns casos, um exame pode complementar o outro. Vale lembrar que, na Mama Imagem, ambos exames estão à disposição dos pacientes.

Publicado em Blog
×

Olá!

Clique abaixo para falar com um de nossos representantes.

× Agende seu Exame via WhatsApp!