Densitometria óssea: para que serve e como é feito esse exame?

13 de agosto de 2019

A densitometria óssea é um exame cujo objetivo é verificar a densidade mineral dos ossos. Com essa informação em mãos, o médico compara os números do paciente aos padrões normais da idade e sexo, com a intenção de diagnosticar doenças ou problemas que afetam os ossos – entre as possíveis indicações, a mais recorrente é a osteoporose.
A realização do exame é bastante simples e confortável. A duração do procedimento varia entre 15 a 30 minutos, nos quais o paciente fica deitado sobre uma maca, orientado por um técnico, e permanece imóvel enquanto o raio-x dispara os feixes e faz as medições. Para esse exame, não é necessário nenhum preparo especial ou jejum.

Osteoporose e suas características
Como a osteoporose afeta principalmente os idosos, é recomendado que seja feito acompanhamento anual por meio do exame de densitometria óssea em mulheres acima de 65 anos e homens acima de 70 anos.
Também fazer parte do grupo de risco:
– mulheres na pós-menopausa
– pessoas com doenças na tireoide
– pacientes com histórico familiar de osteoporose
– pacientes com doenças reumáticas
– pacientes que fazem uso constante de corticosteroides
– fumantes
– sedentários.

Converse com seu médico sobre essa opção de exame.
Densitometria óssea: para que serve e como é feito esse exame?

A densitometria óssea é um exame cujo objetivo é verificar a densidade mineral dos ossos. Com essa informação em mãos, o médico compara os números do paciente aos padrões normais da idade e sexo, com a intenção de diagnosticar doenças ou problemas que afetam os ossos – entre as possíveis indicações, a mais recorrente é a osteoporose.
A realização do exame é bastante simples e confortável. A duração do procedimento varia entre 15 a 30 minutos, nos quais o paciente fica deitado sobre uma maca, orientado por um técnico, e permanece imóvel enquanto o raio-x dispara os feixes e faz as medições. Para esse exame, não é necessário nenhum preparo especial ou jejum.

Osteoporose e suas características
Como a osteoporose afeta principalmente os idosos, é recomendado que seja feito acompanhamento anual por meio do exame de densitometria óssea em mulheres acima de 65 anos e homens acima de 70 anos.
Também fazer parte do grupo de risco:
– mulheres na pós-menopausa
– pessoas com doenças na tireoide
– pacientes com histórico familiar de osteoporose
– pacientes com doenças reumáticas
– pacientes que fazem uso constante de corticosteroides
– fumantes
– sedentários.

Converse com seu médico sobre essa opção de exame.

Publicado em Blog
×

Olá!

Clique abaixo para falar com um de nossos representantes.

× Agende seu Exame via WhatsApp!