Densitometria óssea

15 de agosto de 2019

Densitometria óssea: para que serve e como é feito esse exame?

Publicado em Blog
15 de agosto de 2019

Entenda as diferenças e as aplicações da tomografia computadorizada e da ressonância magnética.

Publicado em Blog
30 de julho de 2019

Atendimento acolhedor é fator importante para a saúde do paciente

Publicado em Blog
6 de outubro de 2016

A mamografia é uma das mais importantes aliadas na detecção precoce do câncer de mama. A indicação é que seja realizada em mulheres sem sinais e sem sintomas da doença, como rotina anual a partir dos 40 anos ou de acordo com a indicação do médico, segundo o Colégio Brasileiro de Radiologia, a Sociedade Brasileira de Mastologia e a Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. Esta é chamada de mamografia de rastreamento. A mamografia é a radiografia da mama que permite a detecção precoce do câncer, por ser capaz de mostrar lesões em fase inicial, muito pequenas (de milímetros). É realizada em um aparelho de raio-X dedicado somente a este tipo de exame, em mulheres e homens, chamado mamógrafo. Nele, a mama é comprimida com a finalidade de distribuir melhor o tecido para análise, de forma a fornecer melhores imagens, e, portanto, capacidade de diagnóstico mais certeiro. O desconforto provocado é, de modo geral, discreto e suportável. Aconselha-se realizar a mamografia após o período menstrual, para diminuir os incômodos gerados pela compressão. Os benefícios da mamografia de rastreamento incluem a possibilidade de encontrar o câncer no início e ter um tratamento menos agressivo, assim como de maior chance de sobrevida, em função do tratamento oportuno. Quanto mais cedo detectar o tumor, maiores a chances de se obter a cura, e o tratamento torna-se menos agressivo. Na etapa i

Publicado em Blog
4 de outubro de 2016

Informações sobre o câncer de mama: É o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do câncer de pele não melanoma, respondendo por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. O câncer de mama é uma doença resultante da multiplicação de células anormais da mama, podendo formar um tumor. Há vários tipos de câncer de mama, com peculiaridades muitas vezes distintas e tratamentos também diferentes. Relativamente raro antes dos 35 anos, este tipo de câncer aumenta sua ocorrência acima desta idade, progressivamente, especialmente após os 50 anos. Estatísticas indicam aumento da sua incidência tanto nos países desenvolvidos quanto nos em desenvolvimento. O câncer de mama também acomete homens, porém é raro, representando apenas 1% do total de casos da doença. Em 2016, para o Brasil, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (InCA), são esperados 57.960 casos novos de câncer de mama. O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, aumentando, assim, as chances de tratamento e cura. Consulte seu médico e realize os exames conforme a indicação.  

Publicado em Blog
4 de agosto de 2016

Na amamentação, além da proteção do bebê, a mãe também se beneficia, pois amamentar diminui o risco dela de ter câncer de mama. Enquanto o bebê suga o leite, o movimento promove uma espécie de esfoliação do tecido mamário. Assim, se houver células agredidas, elas são eliminadas e renovadas. Quando termina a lactação, várias células se autodestroem, dentre elas algumas que poderiam ter lesões no material genético. Outro beneficio é que as taxas de determinados hormônios que favorecem o desenvolvimento desse tipo de câncer caem durante o período de aleitamento. Quanto mais prolongada for a amamentação, maior a proteção para a mãe e o bebê. Fonte: INCA – Instituto Nacional do Câncer.

Publicado em Blog
6 de maio de 2016

A Elastografia Shear Wave é um exame indolor e totalmente não invasivo capaz de avaliar alguns órgãos do corpo humano por meio das ondas sonoras do ultrassom. Quando é indicado? O exame é muito útil na avaliação de doenças difusas do fígado por poder avaliar o padrão de endurecimento e rigidez do orgão. Quais são os benefícios da Elastografia Hepática? Estudos internacionais mostram a eficiência da elastografia hepática na avaliação de portadores de hepatites B e C, bem como de doenças autoimunes. Além disso, é capaz de monitorar a resposta do órgão ao tratamento medicamentoso. A elastografia hepática pode, em muitos casos, substituir a biópsia do fígado. Elastografia Hepática na Mama Imagem A Mama Imagem realiza este procedimento promissor que contribui no diagnóstico de lesões hepáticas difusas, decorrentes de hepatites B e C, com confiabilidade e, acima de tudo, conforto aos pacientes. Converse com seu médico sobre essa opção de exame.

Publicado em Blog
4 de março de 2016

Informações sobre diversas patologias são divulgadas na mídia, gerando dúvidas de quais são verdadeiras ou falsas. Uma dúvida recorrente é: a mamografia moderna pode aumentar a incidência do câncer de tireoide? Segundo as Sociedades Médicas nacionais e internacionais, a menção ao efeito do exame de mamografia em aumentar a incidência de câncer de tiroide é feita sem base científica, uma vez que há diversos estudos publicados mostrando que a mamografia moderna, realizada com equipamentos calibrados corretamente, não expõe a tireoide a doses consideradas nocivas. A Mama Imagem tem Certificado de Qualidade em Mamografia pelo Colégio Brasileiro de Radiologia. Portanto, o uso de protetor de tireoide em exames de mamografia de rotina não é necessário, devendo ser utilizado apenas nos casos em que a paciente o solicite. É importante ressaltar que a utilização dos protetores pode, inclusive, atrapalhar o exame, pois nos casos em que a sua imagem se sobrepõe à imagem da mama, pode ser necessária a repetição do exame. Fonte: CBR – Colégio Brasileiro de Radiologia

Publicado em Blog
26 de fevereiro de 2016

Filmes engraçados, seriados, as piadas de um bom amigo, podem oferecer um dos mais poderosos e apaziguadores naturais contra stress: o riso. Os benefícios de uma boa risada é amplo e pode incluir proteção contra problemas emocionais como depressão e melhorar a saúde do seu coração. Abaixo citamos o que os especialistas sabem sobre os benefícios do riso:

  • A pesquisa mostra que as pessoas que usam o humor para combater a tristeza também se sentem menos solitários e mais positivos sobre si mesmos.
  • Estudos apontam que as pessoas que dizem rir muito também tendem a ter uma boa saúde e, em geral se sentem bem.
  • O riso é também uma das terapias complementares mais comumente usados ​​em pacientes com câncer, que acham que um dos benefícios do riso é ter melhor qualidade de vida.
  • O riso pode ser saudável também para o coração. Algumas pesquisas mostram que, quando você ri, há um aumento no fluxo de sangue rico em oxigênio em seu corpo, possivelmente devido à liberação de endorfinas, que cria uma corrida química que contraria sentimentos negativos e stress.

Construindo o riso em sua vida: Gosta dos benefícios do riso, mas não sente vontade de rir? Às vezes você tem que fazer um esforço consciente para rir. Se está enfrentando tempos difíceis, como um orçamento apertado, estresse no trabalho, ou uma doença, pode

Publicado em Blog
12 de fevereiro de 2016

Pessoas na meia-idade ou mais velhas, pelo simples fato de esquecerem suas chaves ou um compromisso, ficam alarmadas, pois levantam a possibilidade de Alzheimer. No entanto, o Alzheimer não é o único responsável pelo esquecimento. A perda de memória pode ocorrer em qualquer idade e por uma série de razões. É importante consultar um médico, pois ele poderá explorar e estudar cada sintoma para descobrir o que realmente está acontecendo com a função cerebral, que tem capacidade de aprender e armazenar informações, mas por causa de seus recursos mentais sobrecarregados, talvez não estejam trabalhando corretamente. Abaixo, alguns fatores que podem desencadear a falta de memória:

  1. Apneia do Sono

Este comum, mas tratável distúrbio do sono faz a respiração parar brevemente e com frequência durante toda a noite. Você pode ter apneia do sono se você frequentemente acorda com dor de cabeça ou se sente fadiga durante o dia – ou ainda se o seu parceiro se queixa de ronco alto. Quando não tratada, a apneia do sono afeta a memória de navegação espacial, segundo um estudo publicado no The Journal of Neuroscience. Este tipo de memória inclui a capacidade de se lembrar de direções ou de onde você colocou suas coisas, como suas chaves, por exemplo. Uma explicação é que para as pessoas com apneia do sono, o fornecimento de oxigênio para o cérebro é interrompido várias c

Publicado em Blog
×

Olá!

Clique abaixo para falar com um de nossos representantes.

× Agende seu Exame via WhatsApp!